Confirmado o poeta moçambicano Pedro Pereira Lopes no XIIIº Caruru dos Sete Poetas, em Cachoeira.


O autor de mundo grave (romance, Lisboa, 2018), Pedro Pereira Lopes é um dos grandes nomes da literatura maçambicana contemporânea confirmados para o XIIIº Caruru dos Sete Poetas: Recital com Gostinho de Dendê, que será realizado dia 22 de Setembro, no Largo D'Ajuda, em Cachoeira, Recôncavo da Bahia.

O Caruru faz a união da literatura à tradição cultural e religiosa da Bahia, que é o caruru dos sete meninos. “Numa analogia aos sete meninos das manifestações religiosas, este projeto promove o encontro de sete poetas para recitar seus versos e celebrar a cultura e arte literária. Envolve ações educativas, recital, Quermesse de livros e performances artísticas”.


Reafirmando a diversidade líterocultural e de linguagens artisticas, o XIII º Caruru dos Sete Poetas terá em seu recital xs poetas Aléx Simões (Ba), Celso Borges (Ma), Laura Castro (Ba), Fabiana Lima (Ba), Rómulo Bustos Aguirre (Cartagena de Índias - Colômbia) e Ricardo Aleixo (MG), além das apresentações musicais do Coletivo Novos Cachoeiranos e do Gêge Nagô, com a participação do Grupo de Dança Raízes do Ébano.


Embora seja um autor jovem, o poeta Pedro já reúne alguns importantes prêmios, dentre eles: o Prêmio Literário INCM/Eugénio Lisboa (Lisboa, 2017) e o Prêmio Lusofonia – Trofa, em 2010. Para o escritor e crítico português António Cabrita, “Pedro Pereira Lopes é uma das vozes mais interessantes do novo panorama das letras em Moçambique” e “será iniludivelmente uma das figuras cimeiras da nova geração”. É membro da Associação dos Escritores Moçambicanos e é docente e pesquisador no Instituto Superior de Relações Internacionais, em Maputo.


Pedro Pereira Lopes nasceu na província da Zambézia, Moçambique, em 1987. Escreve poesia, contos e publicou um romance. Fundou e coordenou, entre 2012 e 2014, a Revista Digital “Lidilisha”, e desde 2015, o “Projecto Ler para Ser”, com o objetivo de incentivar a leitura e democratizar o acesso ao livro. Ganhou os prêmios “Lusofonia” (2010), “Maria Odete de Jesus” (2016) e “Eugénio Lisboa” (2017). É também co-autor do livro “Os contornos da violência xenófoba na África do Sul e suas implicações para os países da região”, resultado de uma pesquisa realizada na África do Sul, Moçambique, Zimbabué e Malawi.


Obras e Prêmios


O homem dos 7 cabelos (infanto-juvenil, Maputo, 2012)

Prémio Lusofonia – Trofa, 2010

Kanova e o segredo da caveira (infanto-juvenil, Maputo, 2013; São Paulo, 2017)

Viagem pelo mundo num grão de pólen e outros poemas (infanto-juvenil, Maputo,

2014; São Paulo, 2015)

o mundo que iremos gaguejar de cor (contos, Maputo, 2017)

Menção honrosa – Prémio Literário 10 de Novembro (Maputo, 2015)

Menção honrosa – Prémio Literário Eduardo Costley-White (Lisboa, 2016)

O comboio que andava de chinelos (infanto-juvenil, no prelo, 2016)

Prémio Maria Odete de Jesus

mundo grave (romance, Lisboa, 2018)

Prémio Literário INCM/Eugénio Lisboa (Lisboa, 2017)






Informações:

Portuário Atelier Editorial

João Vanderlei de Moraes Filho

+55 75 98224-9502

  • whatsapp_PNG8
  • Facebook - White Circle
  • Pinterest - White Circle
  • Instagram - White Circle

© 2023 por Jade & André. Editado LEMOS MARKETING